01 abril 2014

{Resenha} Ladrão de Almas de Alma Katsu


Olá leitores e blogueiros,

Vamos conferir a resenha dessa semana?



Livro: Ladrão de Almas
Autora: Alma Katsu
Editora: Novo Conceito
Páginas: 427

No Skoob

Sinopse: No turno da noite de um hospital no estado do Maine, o Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas, no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos. Lanny não é como as outras pessoas que Luke conheceu. E Luke fica, inexplicavelmente, atraído por ela... Mesmo sendo suspeita de assassinato; e conforme Lanny conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassam tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relato apaixonado começa na virada do século 19 na mesma cidadezinha de St. Andrew, quando ainda era um templo puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny fará qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela tem de pagar é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma narrativa sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional, não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir. E revela como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.




Não sei bem como começar essa resenha, pois, tive altos e baixos com esse livro. Não é uma leitura ruim e a narrativa é bem interessante, onde em certos pontos do livro me vi envolvida. Mas ao mesmo tempo, me vi deixando-o de lado ou para começar uma leitura nova ou por cansar da escrita da autora. Reconheço que a historia é bem interessante e é certo que lerei sua continuação, mas achei bem parado e um pouco cansativo. Enfim, vou falar um pouco do contexto.


De início conhecemos Lanore McIlvra que da entrada no hospital de St. Andrew com roupas cheias de sangue, onde vai ser atendida pelo Dr. Luke Findley. Lanore está sendo acusada de assassinato, a mesma se entregou e assumiu o crime. Luke por sua vez se sente um pouco atraído pela tal mulher e curioso, pois é difícil em St. Andrew ter esses acontecimentos. Numa oportunidade Lanore ver uma chance de mostrar para Luke que ela é uma mulher diferente e imortal. Com isso ela faz uma pequena demonstração, se cortando no braço e logo de imediato o corte se fechando e ficando sem nenhuma marca.


"– Ok- ele diz, tremendo, mãos sobre os joelhos.- Isso é loucura, mas vá em frente. Estou ouvindo.
Ela respira profundamente e fecha os olhos por um momento, como se estivesse se preparando para mergulhar. E, então, começa a falar."
Pág. 21


Luke de imediato fica atordoado e pensa que a tal cena é fruto de sua imaginação. Como pode isso está acontecendo? Lanore pede ajuda para Luke, pois ela precisa fugir da policia e promete a ele, que no caminho irá contar toda a história de sua vida, até aquele dia trágico. De inicio ele fica um pouco relutante, mas aceita a ideia. A história de Lanore McIlvra começa no século XIX, e é a partir dai que realmente começa a narrativa do livro.



Começamos então, a saber, como foi o passado de Lanore, onde conhecemos Jonathan St. Andrew filho do fundador da cidade. Jonathan não era um simples rapaz, ele tinha de especial uma beleza, que posso dizer desumana. Nunca ninguém viu um rapaz tão belo como o próprio Jonathan, por onde passa chama atenção não só das mulheres e meninas de sua idade como também dos homens, onde tal beleza causa inveja, admiração e ódio ao mesmo tempo. Lanore é a melhor amiga de Jonathan e, além disso, tem um amor imenso por ele.



"Nós queremos eternidade, mas quem consegue fazer tais promessas? Deveria ter sido feliz com o amor companheiro, constante, que Jonathan teve por mim desde a infância. Aquele amor era eterno. Em vez disso, tentei transformar o sentimento dele por mim em algo eu não existia e, nessa tentativa, destruí a única coisa linda e eterna que eu tinha."
Pág. 104


Não vou falar muito, pois soltarei spoiler. O que posso adiantar, é que Lanore viveu uma vida muito intensa e cheia de altos e baixos. Foi interessante que por mais que algumas partes sejam bem tristes e até um pouco pesadas não me vi torcendo pela personagem. Mas, me surpreendi muito com as atitudes de Lanore, nada e nem ninguém a derrubava, sempre se recuperando, sendo esperta e tentando dar a volta por cima.



Conhecemos também outros personagens no decorrer da leitura. Onde deu um ar a mais na narrativa e construção dos personagens. Um deles foi Adair, onde por mais perverso que ele seja, me interessei pela história dele, onde a autora não nos contou muito e me deixou bem curiosa, com alguns pontos soltos que ela deixou, mas nada que atrapalhe na leitura. Não gostei do Jonathan o achei muito mimado, já por outro lado me vi torcendo pelo Luke, acho que foi um dos personagens que mais gostei.



"Quando, de fato, dentro daquela juventude encantadora, estava o monstro da história, o coletor de força e o ladrão de almas capaz de mudar de corpo para corpo. Ele deixara sua própria casaca decrépita para trás, sacrificando-a aos aldeões, sem dúvida, com o camponês preso lá dentro, passando seus últimos minutos aterrorizado, pagando pelas crueldades do fisíco. Essa mentira combinava bem com seu plano monstruoso e aparentemente o tinha ocultado por centenas de anos. agora que eu conhecia a verdade, a questão era: o que eu faria?"
Pág. 362


O livro é divido em quatro partes, nas quais ficamos entre o passado e o presente. A narração no presente é em terceira pessoa, enquanto quem narra o passado é Lanore. Enfim, não é um livro que me conquistou, mas devo confessar que a história foi muito bem escrita, o final me deixou com raiva e curiosa e lerei breve sua continuação.

Nota:


Um comentário:

  1. Oi Solange!
    Não conhecia o livro, mas acho que não faz meu tipo de leitura. Não me animei muito com a história, ainda mais por você dizer que em alguns momentos é bem parado!
    De qualquer forma, espero que a continuação te agrade ainda mais! :)

    Beijos,
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, leitores e blogueiros.
Os comentários de vocês são muito bem-vindos.
Respondo a todos, deixe o link de seus blogs,
vou adorar visitar e comentar.

Bem vindos a Love Books.