04 agosto 2013

{Resenha} Mais que uma Opção (Diniz Gomes)



Olá leitores e blogueiros,

Hoje trago para vocês a resenha de um livro que vai auxiliar homossexuais e seus entes queridos a entenderem mais sobre esse universo, um livro auto ajuda. Vamos conferir?



Livro: Mais que uma Opção
Autor: Diniz Gomes
Páginas: 88
Editora: Rainbow Edições

No Skoob

Sinopse: Ao escrever este livro, o autor teve como objetivo auxiliar homossexuais e seus pais a entenderem um pouco mais sobre essa forma de apresentação da sexualidade. De maneira alguma houve intenção de expor o assunto sob o ponto de vista psicológico, médico ou religioso, contudo o nível de entendimento sobre a homossexualidade ainda é muito baixo, tendo em vista que a maioria da sociedade é formada por indivíduos heterossexuais. O ponto forte do livro é deixar claro que ser homossexual não é algo que se escolhe para si. Não se pode mudar a sexualidade de alguém, eles são o que são e você é o que é; ninguém pode mudar suas opções, assim como não podemos querer que as pessoas mudem as suas. A primeira coisa que os pais, familiares e amigos têm a fazer é reconhecer essa questão e permitir que seus entes saibam que não importa o que aconteça, eles são amados. O livro está repleto de relatos de pessoas que mostram como é difícil e dolorosa a vida de um homossexual sem apoio algum. Como o autor costuma dizer: "Aprender sobre a sexualidade de seu filho ou amigo não é o fim do mundo. É apenas o começo!".


Quando recebi o e-mail do autor, fiquei pensando por alguns minutos se aceitava ou não ler o seu livro. E por que não ler e resenhá-lo? Não estava preocupada se iria ter criticas ou não, ou se minha família fosse questionar. Estava mais preocupada porque não é o gênero do blog, não é por ser um livro homossexual, é porque é de auto ajuda e não curto muito esse tipo de leitura. Mas a proposta do blog é aproximar leitores de seus autores, e por que não resenhar um livro que está disposto a ajudar pessoas homossexuais? Ou que alguém conheça algum ente querido, que seja gay ou lésbica? Ou até como eu, que está querendo saber mais sobre esse universo que ainda é muito sofrido, onde a cada dia travam uma luta de sobrevivência?

Comentei com o Diniz que gostaria de ler, pois tive uma pessoa na família que era gay. Era o meu tio, ele faleceu em 2006. A morte dele foi muito dolorosa pra minha família, sofri muito, pois ele era a única figura masculina em minha vida, já que não convivi com o meu pai. Minha mãe disse que ele nunca chegou a assumir, ele simplesmente se deixou levar e ao poucos foi dando os tais sinais citados no livro. Nunca casou, não teve filhos, amigos "diferentes", todos sabiam, mas ninguém chegou e abordou sobre esse assunto. Não sabia o que exatamente meu tio era, não tinha conhecimento da pessoa gay ou lésbica. Mesmo assim fui sabendo aos poucos, e quando ele ficou super doente, e de tanto perguntar à minha mãe sobre sua vida, descobri que ele tinha HIV. Como pode uma pessoa estudada pegar HIV? Era a pergunta que não saia da minha mente.

Mais que uma Opção é um livro valioso, nos aborda assuntos que não estamos acostumados a lidar, em outros pontos explicando a diversidade da vida de um homossexual. Ele te dar todas as ferramentas para que você possa usar com cautela e sabedoria.
Você pai, mãe, amigo, família, vai aprender a não se sentir chocado, inseguro, quando o seu filho corajoso for assumir que é gay ou lésbica. Sim, eles são pessoas corajosas, e viver o que a sociedade impõe é muito ruim, não só para os homossexuais, mas para todos nós.

O livro te dar um caminho de compreensão, de ajuda , de auto entendimento, pois a melhor forma é aceitar um filho do jeito que ele é, não adianta querer mudá-los, que se tornem o que nós queremos que sejam, isso é crueldade, prender uma pessoa dentro do seu eu.

"Se tivesse tido a chance de escolher, não optaria por sofrer retaliações, segregações etc. Foi imposta a mim esta condição, de que eu era diferente dos demais."
Pág. 03

Além de nos ajudar nesse contexto, também ficamos a par de como surgiu a parada gay, símbolos gays como a bandeira do arco-íris, o triângulo rosa, o movimento Stonewall e alguns relatos de estudo de Sigmund Freud. Para fechar com chave de ouro, o autor colocou alguns relatos verídicos de pessoas que tem homossexuais na família, me emocionei bastante.

Agradeço ao Diniz Gomes por me fornecer um livro onde aprendi mais sobre esse mundo que ainda é muito desconhecido e muito sofredor. Recomendo a leitura para todos. É sempre bom ampliar nossos conhecimentos.

Nota:


Para conhecer mais sobre o autor e seu livro, acessem os endereços abaixo:






10 comentários:

  1. Não curto mito auto-ajuda tbm não, mas como blogueira acredito que temos que nos aprofundar em outros temas e sair da zona de conforto para poder passar informações corretas ao nosso publico, Vc fez muito bem em aceitar e ler o livro, eu tbm não faria diferente!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não curto livro de auto ajuda o único livro que li até hoje foi o sucesso é ser feliz que ganhei de presente e li porque seria uma desfeita grande com a pessoa que me presenteou. Mas a abordagem desse livro é um tema muito discutido entre cabeças e você tê-lo aceitado e lido foi um grande passo de sabedoria, eu faria da mesma forma. Parabéns.. Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Achei o livro bem interessante, mas não curto muito auto-ajuda, porém minha mãe adora, vou indicar pra ela, tenho certeza que ela vai gostar.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Solange, também não curto ler auto-ajuda, mas achei muito legal da sua parte se propor a ler, e assim poder dar uma dica útil e diferente aos seus leitores.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá !
    Apesar de ser auto-ajuda, um tema que não me convém muito, achei a história bem interessante. Acho que condiz com o momento que estamos passando atualmente no Brasil. Me pareceu uma leitura bem válida.

    Beijos,
    www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Hm... Também não curto autoajuda, mas admiro sua atitude ao sair da zona de conforto e se propor a ler o livro.
    Bem, acho que a leitura seja muito interessante. O Homossexualismo é assunto ainda polêmico e muito criticado por algumas pessoas. Acredito que seja uma leitura válida e até esclarecedora.
    Espero ter a oportunidade de ler algum dia e gostar assim como você. (':
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  7. Interessante!
    Sou a favor de toda forma de amor... embora não curta esse tipo de livro...
    Mas admiro que os gays estejam ganhando seu espaço!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Quando vi a sinopse do livro o preconceito foi imediato,confesso,eu não curto muito essa temática,mas sua resenha mudou um pouco essa minha concepção,você parece ter gostado mesmo do livro e quem sabe eu não leio no futuro?!

    bjss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, parece ser ótimo o livro [ ]
    http://leitorasocultas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Valeu a resenha Sol, acho muito válido o autor abordar um tema polêmica. Eu posso dizer com certeza que não osu preconceituosa. Acha que a opção sexual de cada um é de cada um, até porque se pensarmos em alma, é um substantivo feminino, então... Infelizmente há muito o que pensar sobre isso, mesmo em pleno século XXI

    ResponderExcluir

Olá, leitores e blogueiros.
Os comentários de vocês são muito bem-vindos.
Respondo a todos, deixe o link de seus blogs,
vou adorar visitar e comentar.

Bem vindos a Love Books.