08 março 2013

{Resenha} Cinquenta Tons de Cinza (E. L. James)



Olá leitores e blogueiros,
Hoje vos trago uma resenha bem interessante. Penso que a maioria já leu ou tem alguma noção do que se trata o livro. Mesmo assim, vamos conferir a resenha?




Livro: Cinquenta Tons de Cinza
Autor(a): E. L. James
Páginas: 455
Editora: Intrínseca
No Skoob

Sinopse:  Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos...



A história se inicia com Anastasia Steele reclamando de seu cabelo e de sua amiga Katherine Kavanagh, que está doente e não pode ir entrevistar o mega magnata industrial para o jornal da faculdade. Que a própria Ana nunca ouviu falar, mas terá que dirigir até Seatle para encontrar o enigmático CEO da Grey Enterprises Holdings, Inc. O senhor Christian Grey.

Ao decorrer da entrevista, muitas das vezes Anastasia se pega pensando em Grey, com esses pensamentos ela fica nervosa, deixando escapar uma pergunta nada discreta feita pela sua amiga Katherine, que deixa um clima tenso entre os dois, é dai que tudo começa na vida da Ana.

Vemos um homem bem sucedido atrás de uma universitária, pois acha que ela pode ser uma boa submissa para ele. Pois o Christian Grey tem um gosto peculiar por sexo, em outras palavras, ele pratica sadomasoquismo. Ana por sua vez é inexperiente e nunca se sentiu atraída por nenhum homem, até aparecer Grey em sua vida.

Vemos dois mundos muito diferentes, onde os dois precisam um do outro. Cada um tem seus limites, que com o decorrer da trama vamos conhecendo e os dois vão se aceitando.

Um relacionamento muito intenso e cheio de regras, onde Christian, quer mostrar e ensinar à Ana como ele quer que o relacionamento seja, mas ao conhecer melhor Ana, ele percebe que ela é diferente, muitas de suas atitudes ele não aceita, não gosta, mas se sente atraído, deixando-a em certos momentos muito confusa. Por outro lado, vemos a Ana querendo mais desse relacionamento, esperando para que o Christian mostre ou diga que a ama, e que, o que eles estão vivendo não é errado.

Em alguns momentos não gostei das atitudes dos personagens, mais dela do que dele, pois Christian só fazia com Ana o que ela deixava. Tanto que ele perguntava se ela estava certa daquilo. Os pensamentos que ela tinha da situação vivida me deixavam brava. Como em uma situação, depois de ceder ao que Christian pediu, na mesma hora ela se arrepende, dando um gelo nele, chegando a ignorá-lo. No mesmo momento Christian tenta se explicar e pede para que ela fique, mas a postura dela é firme e decidida, então ele não insiste mais, no mesmo instante ela fica preocupada e se sentindo culpada pelo que está fazendo com o Grey. Me poupe, né Anastasia. Essa e outras atitudes dela ficam bem visíveis no livro, pois ela entra em conflito com 3 personagens: "ela, a deusa interior e a consciência". Já viu como é o dilema do livro.

Tirando esses altos e baixos desta relação conturbada e várias cenas de sexo, algumas delas bem fortes e um auto controle dos personagens, posso dizer que a história é linda e apaixonante. Observamos personagens carentes de todas as formas, onde cada um completa o outro. 


Muitos não concordam com a minha opinião, de achar que este livro tem algo de bom, mas é um livro erótico e você já vai preparada para lidar com cenas picantes e de sexo.
Além disso, adorei a escrita da autora e de como ela soube enlaçar tudo isso no livro.



Nota




10 comentários:

  1. Oi Solange! 50 Tons e suas variáveis sempre dão o que falar. Mas eu não vejo nenhum "Bum" em tudo que acontece. entendo Ana perfeitamente. Ninguém acorda um dia e fala: " a partir de hoje serei uma submissa", e muito menos encontra um Sr. Grey num pós tombo, rsrsrsr. Eu gostei da trilogia, mesmo achando que a autora perdeu um pouco o foco durante o processo de escrita. 50 tons de liberdade eu comecei a ler, ms dei uma desanimada e no momento está abandonado. quero muito voltar a lê-lo, só preciso passar um cadinho da raiva que Sr. Grey despertou em mim. bjs
    Eykler

    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Solange!
    Eu acho que foi feito muito barulho por nada sobre a trilogia, adoro romances e fui fã compulsiva daqueles de banca que não difere muito desse. Eu acho que a autora escreve mau, ela é muito repetitiva, mas não nego que tem algo que te leva a prosseguir.
    PS: Ainda não li 50 tons de liberdade, abandonei pela metade... e estou com Toda sua rsrs Vai entender né?
    Bjs
    http://mundoliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi.

    Eu li Toda Sua e sempre tive vontade de ler 50 tons, mas depois que vi como era as coisa tive medo e abandonei a ideia de ler o livro. E como diz a Marcia ouvi muito barulho a respeito de um livro bem esquisto, pois é assim que eu o defino...sei que tem muita que gosta, mas eu mesmo acho ele bem estranho, nunca li, mas tinha uma amiga lendo a até desistiu pelas esquisitice e repetições da autora.

    Beijokas!

    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Menina, fui uma das pessoas que não gostei desse livro. Acho que li coisas demais e esperava muito mais desse livro, já que ele virou bestsellers em vários países. Achei o Grey um personagem muito estranho. As neuras dele e as da Ana não chegaram a me convencer. Um dia pretendo ler as continuações, mas não agora.
    BJS!

    ResponderExcluir
  5. Oi Solange, adorei sua resenha.
    Este livro me decepcionou não pela história, mas sim por todo o estardalhaço que foi feito em torno dele. Me fez esperar muito mais do que realmente há. A escritora escreve mal, se repete muito e o lance da Deusa Interior é bem chato. Mas, tirando isto, eu gostei dos dois primeiros livros. Achei o personagem do Sr. Grey, o grande lance do livro, já que é um personagem forte e multifacetado. Enfim, acho que vale a pena conferir, mas tendo em mente que é só uma história para passar o tempo e não um livro maravilhoso...
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu também gostei muito do livro apesar do mar de críticas,mas gosto é assim mesmo não é???!!!
    Claro que o que mais chama atenção no livro é o Dr Grey,e sua beleza e riqueza,mas tem seus pontos positivos,os emails que eles trocam são deliciosos de acompanhar!!!!

    Adorei seu ponto de vista,e sua resenha.

    gostei muito!!!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Não adianta, não consegui gostar desse livro.
    Odiei Mr. Grey e tudo que ele impunha à Anastacia.
    Bem, cada um no seu quadrado, hahahaha

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, Solange eu li toda a trilogia e gostei, mas quase desistir de ler por conta deste primeiro livro. Que eu considerei fraco, chato e nem achei que a autora conseguiria delenchar uma história interessante. Valeu sua resenha.

    ResponderExcluir
  9. Resolvi ler o livro por causa de todos os comentários positivos, mas a partir da página 100 começou a bater um arrependimento mas acabei continuando, entre as páginas 380 e 400 o livro acabou me prendendo e eu começei a ler compulsivamente.
    Acabei lendo 350 páginas por dia e Cinquenta tons mais escuros foi um dos melhores livros que li na minha vida. De 0 a 10 daria 6 para Cinquenta tons de cinza, mas daria, sem dúvida, 10 para Cinquenta tons mais escuros. Cinquenta tons de liberdade é igualmente bom e me deixou querendo mais. Vele muito a pena!

    ResponderExcluir
  10. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Olá, leitores e blogueiros.
Os comentários de vocês são muito bem-vindos.
Respondo a todos, deixe o link de seus blogs,
vou adorar visitar e comentar.

Bem vindos a Love Books.