29 fevereiro 2012

Resenha: Cazuza

Livro: Cazuza
Autor(a): Viriato Corrêa
Páginas: 188
Editora: Nacional
No Skoob

Sinopse: Cazuza, lançado pela primeira vez em 1938, é um romance autobiográfico em que o autor narra as amargas experiências escolares de um garoto desde o primário convivendo com um professor autoritário de uma escola no interior do Maranhão, até os dias de colégio na capital do estado, São Luís. Além de criar um belo romance sobre o processo de amadurecimento de uma criança, Viriato Corrêa usou Cazuza como um veículo para criticar e denunciar castigos físicos impostos aos estudantes e outras práticas abomináveis de disciplina adotadas por muitos estabelecimentos educacionais na década de 30.

Escolhi esse livro para o tema de fevereiro do Desafio Literário 2012 - Nomes Próprios -
Não pude ler mais livros, por que tive muitos com promissos nesse mês de fevereiro. Ocupando um pouco do meu tempo. E também como já falei pra vcs, sou nova por aqui. Estou entrando no ritmo de leitura aos poucos.  rsrs

 O livro se passa no interior do Maranhão no final do século 19 e começo do século 20.
Cazuza é um menino muito pobre e pequeno que brincava muito com seus amigos da vila, participava das festas, dos folclores, vaquejadas.

Com o tempo ele fica com vontade de frequentar a escola. Mas quando começa a estudar, vê que não é nada daquilo que ele imaginava. Tem a palmatoria, o professor fica sempre com cara de bravo. E ele começa a perde o gosto de aprender.
Até que ele se muda para cidade, conhece outras pessoas por la. A escola é toda enfeitada as professoras são gentis e educadas. E por la mesmo ele já começa a ter interesse pelas meninas.

Por ultimo ele se muda para São Luiz e fica maravilhado com a civilização. Ele relata que estudou num internato que o professor Mestre João Câncio lhe marcou profundamente.

Vale a pena ler este livro. Desde o começo ele nos ensina coisas que nem damos importância. Nos mostra uma outra realidade. Recomendo Cazuza.


9 comentários:

  1. Oii querida, nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas parece ser bem interessante. Gostei da dica
    :)
    Bjoss
    Rafa

    PS: Obgada por comentar lá no blog, espero que possa ler meu livro e que goste!!!

    ResponderExcluir
  2. Putz vi esse livro na feira livre em um domingo aqui na cidade... Ja vi que errei em nao comprar,
    Estou seguindo o seu blog pois sou amante de livros também, e creio que devo me interessar em mais alguns por ai. http://eassimsefaz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. A mulher
    é a deusa mãe
    de toda criação.
    Única,
    distinta,
    completa,
    e a mais bela
    de todas criaturas...


    Poeta Francis Perot

    8 de março dia internacional da mulher...
    PARABÉNS

    ResponderExcluir
  4. Ah minha flor , você está começando agora , mas seu blog está extremamente perfeito .
    Ainda não tive a oportunidade de ler este livro , afinal , nunca tive conhecimento dele . Agora que você falou , me despertou uma tremenda curiosidade rs . Sou uma devoradora de livros .
    Amei de verdade seu blog , estou lhe seguindo .
    Grande beijo ~~

    http://angeliicacosta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, passando para avisar que já iniciamos "O Meme 2012: O blog do mês de Março". Responda as perguntas e depois coloque a o link da resposta no auto link do dia.

    O auto link do primeiro dia já está liberado:

    http://ideiaampla.blogspot.com/2012/02/meme-2012-o-blog-do-mes-de-marco.html



    Um xero!

    ResponderExcluir
  6. Oiee, desculpa a demora pra responder (:
    Ah sim, entendi, as cores variam mesmo de cada computador, pena que você não tá com placa de vídeo! É, ainda bem que não me levaste a mal, porque tem pessoas que a gente fala as coisas e elas se sentem ofendidas, rs. Eu também gosto de receber essas "dicas" =D
    Bom, na minha opinião ficaria legal se você usasse as cores que tem aqui no plano de fundo, as cores dos corações, aqui aparece tipo um vinho.
    Ps: já pensou se eu for daltônica? kkkk fui pra dar a dica e piorei tudo, rsrs
    Beijosss!

    http://refugiopcional.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros autobiográficos,mas sinceramente não me interessei muito pela história, sei lá, acho que não me chamo atenção.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, esse foi o primeiro livro que li na vida, lá pelos anos oitenta... Trabalho de escola dá 4° série. Lembro que gostei muito.

    ResponderExcluir

Olá, leitores e blogueiros.
Os comentários de vocês são muito bem-vindos.
Respondo a todos, deixe o link de seus blogs,
vou adorar visitar e comentar.

Bem vindos a Love Books.